Arquivos anuais: 2016

Comparação Netbeans vs Eclipse

O Eclipse ganha na simplicidade, o Netbeans necessita de configuração, apesar de seu editor ser bem limpo e agradável.

Faça sua escolha. Uma comparação entre os dois principais IDEs: NetBeans e Eclipse. Após essa comparação, você terá critérios para escolher qual das duas IDEs é a mais adequada para seu estilo de programação analisando as diferenças fundamentais entre as duas.

O eclipse por sua boa estrutura principalmente quando o assunto é obter e instalar Plugins e Bibliotecas externas, já o Eclipse é excelente para o desenvolvimento Web, possui funções já prontas para web, já para programação Desktop o Netbeans castiga um pouco.

As duas IDEs mais conhecidas e utilizadas para o desenvolvimento de software em Java são o Eclipse e o NetBeans, sendo ótimas opções aos desenvolvedores, que como você, muitas vezes se deparam com a dúvida de qual escolher.

Estes dois ambientes possuem código aberto e são gratuitos.
Podem ser utilizados para o desenvolvimento de aplicações Java
Podem ser utilizados para o desenvolvimento de linguagens como C/C++, php …
Podem ser também executados em diversas plataformas como Windows, Linux…

A IBM fundou o Projeto Eclipse como ferramenta universal open source, uma IDE aberta e extensível. O Netbeans a Oracle que comprou a platafarma java junto com a Netbeans, abriu o software para não ver o negócio afundar mais ainda, agora ele é fre e open.

Java Cloud Service

Java Cloud Service. Implantação fácil, rápida e simples de qualquer aplicativo Java. Experimente o controle total e a flexibilidade de seu aplicativo. O Java Cloud Service é ideal para desenvolvimento, teste, teste de aceitação do usuário, preparação e produção. Crie instantaneamente ambientes WebLogic Server dedicados e isolados (sua opção da versão 11g ou 12c) para executar todo o seu cluster em escala.

Service – SaaS Extension é ideal para estender seus aplicativos Oracle SaaS. Incorpore integralmente novas funcionalidades na IU dos serviços SaaS existentes e crie aplicativos mashup stand-alone usando feeds de dados de serviços Saas ou de fontes externas.

Criado com a finalidade de estender Oracle Services como Sales Cloud, Marketing Cloud, Human Capital Cloud, etc. Totalmente gerenciado pela Oracle para criar uma experiência semelhante a SaaS do início ao fim.

Clonagem, AppToCloud
Com uma clonagem de instância em apenas um clique e os recursos avançados de Lift & Shift do AppToCloud da Oracle, seus aplicativos podem ficar ativos e em funcionamento na nuvem quase instantaneamente.
Cloud Stack

Compartilhe ou reutilize ambientes/serviços existentes como modelos, com a possibilidade de aumentar a capacidade para acomodar uma nova pilha

Modernize Aplicativos Locais

Modernize o processo de desenvolvimento de seus aplicativos Java EE existentes com recursos incorporados de CI/CD.

Opções de Ambiente

Cluster dedicado de WebLogic Server, com opção de escolher a versão para atender às suas necessidades: 11g ou 12c Standard Edition, Enterprise Edition ou Suite. Inclui um balanceador de carga baseado em software com tecnologia Oracle Traffic Director. Inclui opcionalmente o Oracle Coherence para suas necessidades de armazenamento no cache e/ou grade de dados.
Acesso Admin
Inclui um portal de autoatendimento para que você possa administrar seus domínios WebLogic, o armazenamento de máquina virtual e as definições da rede de forma altamente visível e personalizável.

Elasticidade

Expanda ou reduza o cluster de seus aplicativos a qualquer hora, com um único clique ou com uma chamada REST. Aumente a capacidade de seu serviço a qualquer hora.

Alta Disponibilidade

Transfira os mesmos recursos de clusterização do WebLogic que você usa localmente no momento para o Oracle Cloud, e eles serão configurados automaticamente para você.

Integração

Integrado totalmente com outros serviços de gerenciamento da Oracle como: Application Performance Monitoring Cloud Service, Log Analytics Cloud Service e Hybrid Cloud Management, entre outros.

Traga Ambientes de Desenvolvimento e Teste para a Nuvem

Opções de Ambiente
Software WebLogic Server pré-configurado, com opção de versão 11g ou 12c.
Autoatendimento, Provisionamento Rápido
Crie para seus aplicativos, em questão de minutos, um ambiente pronto para produção. Os ambientes vêm pré-configurados com configurações otimizadas de
Ferramentas
banco de dados, gerenciamento de identidades e segurança para entregar um valor instantâneo.
Clonagem
Use seu IDE favorito (Oracle JDeveloper, Eclipse, NetBeans) para desenvolver e implantar aplicativos em sua instância em nuvem. Gerencie e monitore sua instância usando ferramentas avançadas como WebLogic Admin Console, WebLogic Scripting Tool (WLST) e Enterprise Manager Fusion Middleware Control.

AppToCloud

A clonagem com um só clique de sua instância de serviço on-line permite criar, em questão de minutos, um ambiente quase idêntico, perfeito para desenvolvimento e teste de aplicativos.

Pague o quanto usa
Transfira seus ambientes de teste de aplicativos Java EE das suas instalações locais para o Oracle Cloud de forma rápida e completa.

Integração
Só pague pelo que usar. Esse modelo elástico de autoprovisionamento significa que você pode dimensionar seu ambiente rapidamente, de acordo com a demanda, de modo a atender às suas necessidades.

Linguagem Java: Fazendo comparações: os operadores maior (>), menor (<), maior igual (>=), menor igual (<=), igual (==) e diferente (!=)

Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis. O que te faz escolher um canal ou outro da televisão?
O que te faz escolher entre uma loira ou morena? Ou homem e mulher? Ou os dois, caso seja emo?

Por que estudar Java, e não Haskell?

Seja lá quais forem os motivos, mas todos passam por um estágio: a comparação.

Como fazer comparações em Java

Em Java, quando fazemos uma comparação ele retorna “true”, ‘false’ ou dá erro. E se ele errou, meu amigo, é porque você errou.

Esses operadores, junto com as condicionais (que veremos em breve) e as operações matemáticas já vistas, são o alfabeto de Java .
São o básico, mas são os assuntos mais essenciais.
Esse artigo é bem curto e de fácil entendimento.

Talvez você já saiba o significado de todos esses símbolos, então já adianto um programa que faz e mostra todos os testes:

import java.util.Scanner;

public class Comparando {

public static void main(String[] args) {
float num1, num2;
Scanner entrada = new Scanner(System.in);

System.out.print("Digite o primeiro número: ");
num1 = entrada.nextFloat();
System.out.print("Digite o segundo número: ");
num2 = entrada.nextFloat();

System.out.printf("%.2f > %.2f -> %s\n", num1, num2, num1 > num2);
System.out.printf("%.2f >= %.2f -> %s\n", num1, num2, num1 >= num2);
System.out.printf("%.2f %s\n", num1, num2, num1 System.out.printf("%.2f %s\n", num1, num2, num1 System.out.printf("%.2f == %.2f -> %s\n", num1, num2, num1 == num2);
System.out.printf("%.2f != %.2f -> %s\n", num1, num2, num1 != num2);
}
}

Maior que: >
a > b -> retorna ‘true’ caso ‘a’ seja maior que ‘b’, e ‘false’ caso seja menor

Menor que:
a retorna ‘true’ caso ‘a’ seja menor que ‘b’, e ‘false’ caso seja maior

Maior ou igual a: >=
a >= b -> retorna ‘true’ caso ‘a’ seja maior ou igual à ‘b’, e ‘false’ caso seja menor

Menor ou igual a:
a retorna ‘true’ caso ‘a’ seja menor ou igual à ‘b’, e ‘false’ caso seja maior

Comparação de igualdade: ==
a == b -> retorna ‘true’ caso ‘a’ seja igual a b, e ‘false’ caso contrário

Comparação de negação: !=
a != b -> retorna ‘true’ caso ‘a’ seja diferente de b, e ‘false’ caso contrário

Importante: Note a diferença entre
a == b
e
a = b

O primeiro é um TESTE de comparação! É como se fosse uma pergunta pro Java: “’a’ é igual a ‘b’?”

O segundo, é uma afirmação, ou seja, ‘a’ vai receber o valor de ‘b’ ! Neste caso o Java retorna sempre o último valor, que no caso é ‘b’. Não é comparação!

Caso fosse a=b=c, ele retornaria ‘c’.

Linguagem Java: Como criar jogos Programação Profissional de Games

Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis.

Sem dúvida, uma das áreas que mais chamam atenção e despertam o interesse das pessoas é o desenvolvimento de jogos.

Visando esclarecer um pouco mais dessa área, nosso site base Programação Progressiva  fez uma entrevista com um profissional e professor da área de criação de jogos digitais.

Como ser programador de jogos

Vemos diariamente jogos e mais jogos serem lançados, atualizados, empresas disputando que vai desenvolver o melhor console, criar as melhores ferramentes etc etc.
É um verdadeiro mundo à parte, o da programação de jogos.

Sempre recebemos dúvidas e questionamentos sobre o mercado da criação de jogos, pois é uma área que é bem clara sua expansão. Aqui mesmo em nossa apostila Java Oracle, ensinamos como criar alguns jogos, porém focamos mais na parte da lógica da programação em Java, usando os conceitos que aprendemos.

Porém, poucos realmente sabem o que fazer e estudar para ser um programador de jogos.
O maior mito, é sem dúvidas “Adoro jogos, sou viciado e muito bom, acho que seria um ótimo programador de games, pois tenho várias ideias.”

Programar e criar jogos se assemelha a criação e desenvolvimento de programas e sistemas.
É necessário dominar bem linguagens de programação e lógica. Portanto, o primeiro passo é estudar programação, como você está fazendo aqui em nosso curso.

Quem se interessar sobre o assunto, quiser saber como está o mercado brasileiro, as principais características de um profissional da área, bem como dicas de como entrar no mercado, confira já a nossa entrevista com o Vinícius Godoy:
Criação de Jogos

Linguagem Java: Arquivos (Files) em Java

Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis.

  • Arquivos (Files): Escrevendo (writing) , lendo (reading) , anexando (appending) e manipulando

01.  Arquivos (Files) O que são, para que servem e o que é possível fazer
2.  Class File ( a classe File ) Obtendo informações de arquivos e diretórios
3.  Class Formatter ( a classe Formatter ) Escrevendo em arquivos
4.  Class Scanner ( a classe Scanner) Lendo e Recebendo dados de arquivos

Linguagem Java: Gráficos e 2D

Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis.

Essa seção de nosso curso se dedica ao estudo da programação gráfica em Java, conhecido por GUI: Graphic User Interface, Interface Gráfica do Usuário.

Ou seja, aprenderemos a criar programas comuns, com janelas, botões, menus e tudo mais que temos contato em nossos computadores, saindo apenas da esfera do terminal de comandos.

Especificamente, aprenderemos a criar:
– Caixas de diálogo
– JFrame
– JPanel
– JComponents (Botões, listas, campos de texto etc)
– Desenhar linhas, círculos, quadrados e outras figuras
– Usar fontes em um aplicativo
– Colocar imagens e outros efeitos gráficos

Programação Gráfica em Java, parte I: Caixas de Diálogo

0.  Introdução à programação gráfica em Java, GUI e 2D
1.  Exibindo mensagens através das caixas de diálogo (dialog box)
2.  Recebendo dados do usuário através das caixas de diálogo (dialog boxes)

3.  Como passar variáveis do tipo String para int, float e double
    3.1  Aplicativo: calcula as raízes de uma equação do segundo grau
4.  Construindo (build) seu projeto Java no NetBeans

Programação Gráfica em Java, pt II: desenhos, fontes e figuras geométricas em 2D

00.  JFrame e JPanel: Introdução ao estudo de GUI
01.  JFrame e JPanel: como criar uma aplicação gráfica em Java
      Vídeo-aula:  GUI e JFrame
02.  Desenhando Linhas
03.  O que são e como usar os métodos getWidth() e getHeight()
      2.2  Exemplos de desenhos interessantes apenas usando Linhas
04.  Como desenhar retângulos e quadrados Desenhando um Cubo em Java
05.  Usando o JColorChooser
06.  Usando as fontes
07.  Polígonos e Polilinhas
08.  A incrível API Java 2D

GUI Graphic User Interface

09.  JLabel Inserindo rótulos com textos e imagens em um JFrame
10.  JButton Como criar botões em aplicativos Java GUI
11.  Tratando evento e ações em GUI Event Handling, ActionListener, ActionEvent e actionPerformed
12. Tratamento de Eventos Extends, Implements, Classe Interna e Objeto Anônimo
13. JTextField e JPasswordField Campos de Login e Senha
14. JCheckBox Caixas de Checagem (CheckBox ou Caixa de Seleção)
15. JRadioButton Botões de Rádio ou de Opção



Adivinhe o que número que o computador sorteou, modo gráfico.
Jogo:  Fazendo um jogo para aprender GUI, Handlers, Events e Listeners


Linguagem Java: Conceitos Básicos

Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis.

Básico

    1.  O necessário para começar a programar: instalando o JDK e o NetBeans
    2.  Criando o primeiro programa em Java
        2.1  Código comentado do primeiro exercício o que são Classes e Métodos
    3.  Saídas Simples usando print, println e printf
        3.1  10 exercícios sobre saídas simples
    4.  Comentando e usando Delimitadores de comentários
    5.  Tipos numéricos: byte, short, int, long, float e double
    6.  Recebendo dados do usuário: a classe Scanner
    7.  Operações Matemática: Adição, Subtração, Multiplicação, Divisão, Resto da Divisão (módulo) e Precedência dos operadores matemáticos
    8.  Comparações: os operadores maior (>), menor (=), menor igual (
    9.  O tipo char: armazenando e representando caracteres

    10.  O tipo boolean: a base da lógica na computação
    11.  Operadores lógicos e de negação: && (E ou AND), || (OU ou OR) e o ! (negação)

    Linguagem Java: Tutorial de Java Strings e Caracteres

    Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis.

    A tecnologia, ou computação de um modo geral, sempre foi sinônimo de mudança constante.
    Você compra uma novidade, como um celular, hoje e mês que vem ela já vai estar defasada.
    Sem dúvidas, a computação está bem mais interativa e com multimídia (vídeos, sons, comunicação visual etc).

    Porém, mesmo com todas essas mudanças, uma coisa nunca mudou e nunca vai mudar: as informações textuais. Sempre será necessário escrever (nem que seja para programar), ler, fazer contratos, mandar recados, lembretes, preencher formulários etc etc.

    E quando falamos em textos, duas ideias básicas vem à tona em Java: os caracteres e as strings.
    Nesta seção iremos aprender a manipular strings e caracteres, que são atividades importantíssimas para qualquer programador.

    Você poderá extrair informações de textos, verificar se a senha correta foi digitada, se o usuário forneceu a data da maneira pedida (dd/mm/aa ou dd/mm/aaaa , etc), validar um número de CPF, entrar em determinado site e baixar as informações de texto, e selecionar automaticamente só aquilo que deseja (por exemplo, entrar no site da Caixa e extrair somente o resultado da loteria dele), manipular e editar informações de arquivos etc etc etc.

    Tutorial de Java Caracteres e Strings

    01.  A Classe String
    02.  A Classe StringBuilder  
    03.  A Classe Character
    04.  Regex: Usando as Expressões Regulares em Java

    Linguagem Java: Tutorial de Java Arquivos (Files)

    Linguagem Java, Programação Java, Java Curso gratis.

    Você já parou para perceber o que acontece quando você fecha os aplicativos que programou em Java?

    O que ocorre com as variáveis, decisões que tomou, loopings que foram executados, o placar dos jogos que você criou e jogou?
    Tudo se perdeu ao ser fechado, não é verdade?
    Mas é assim no seu dia-a-dia e nos programas que usa?

    Já imaginou, fazer um trabalho, desligar o computador e ter que fazer tudo de novo?
    E aquele filme que você passou horas para baixar, só teve tempo de assistir uma parte. Imagina se ele é apagado toda vez que você desliga seu computador.

    E aquele jogo que você dedicou horas do seu dia passando de fases e obtendo pontos, será que alguém iria jogar tudo de novo do começo, se todos os dados fossem apagados quando se desliga o computador?

    Óbvio que não. Então nossos programas também não deve perder suas informações.
    E para não perder esses dados, eles devem ser salvos em sua máquina, na forma de arquivos (files em inglês).

    Neste tutorial de Java  iremos aprender como criar um arquivo, inserir informações, ler, apagar, salvar e fazer o que quisermos com nossos dados, de modo que eles não sejam perdidos ao desligar seu aplicativo nem quando o computador for desligado.

    Você poderá criar programas úteis com bancos de dados em seu computador, poderá guardar as pontuações nos jogos que fez e terá a liberdade de nunca mais perder nenhum dado.

    Tutorial de Java Arquivos (Files)

    01.  Arquivos (Files) O que são, para que servem e o que é possível fazer
    02. Entrada, Saída e Tipos de Dados Fluxo (stream) e o Pacote Java.io
    03. Como ler caracteres, Strings e Bytes de um arquivo
    04.  Class File ( a classe File ) Obtendo informações de arquivos e diretórios
    05.  Class Formatter ( a classe Formatter ) Escrevendo em arquivos
    06.  Class Scanner ( a classe Scanner) Lendo e Recebendo dados de arquivos